Loops nos efeitos de áudio – Cuidado com esta pegadinha

Tempo de leitura: 4 minutos

Os loops nos efeitos de áudio acontecem com muita frequência. Não é um problema só com quem está começando, tem muitos profissionais experientes caindo nesta pegadinha.

E como esta publicação é pra quem está começando, antes de falar do loop, melhor eu explicar o que são estes tais efeitos de áudio.

O que são os efeitos?

Reverb

Os processadores de efeitos de áudio são usados para carregar texturas aos sons.

Podem ser usados para emular ambientes ou para gerar efeitos sonoros.

Como emuladores de ambientes, são usados para levar a imagem sonora para distante ou para próximo do ouvinte.

Como exemplo, com um efeito do tipo reverb é possível fazer parecer que uma voz está em uma pequena sala, como também numa catedral.

Já um efeito do tipo delay é usado para repetição. Acredito que você já ouviu esta repetição quando o cantor chama o público: Só vocês cês cês…

Também tem o efeito do tipo pitch, que deixa a voz bem grossa ou bem fina. Que você também já deve ter ouvido em entrevistas. Com aquele som onde a testemunha não quer ser reconhecida.

São diversos tipos de efeitos e que falarei melhor em outro momento.

E antes de falar do loop, acho melhor que entendam como são usados os efeitos.

Como usamos os processadores de efeitos?

Caminhos dos efeitos

A forma mais comum pra uso dos efeitos é enviando cópia dos sinais para o processador. E a volta destes sinais sendo misturados à mixagem.

Não usamos a saída principal para alimentar estes processadores de efeitos. Usamos uma saída auxiliar para isto.

Saídas para o processador de efeitos

Em algumas mesas, estas saídas auxiliares tem um controle chamado FX, EFX ou EFFECTS (legendas em inglês) que significa efeitos.

Outras mesas não tem saídas específicas, por isto, usamos saídas similares as que colocamos os retornos. Elas funcionam perfeitamente para isto.

Digamos que vamos usar cópias das vozes para um efeito que emulam uma pequena sala. Definimos primeiro este tipo de efeito no processador. Depois enviamos cópia das vozes pela saída auxiliar que chega neste processador.

Volta dos sinais misturados com efeitos

Já para a volta dos efeitos para mixagem, usamos canais de entrada que, normalmente, tem legenda FX, EFX ou EFFECTs (igual nas saídas auxiliares).

E quando não tem estes canais, usamos qualquer canal de entrada mesmo.

Depois aumentamos esta volta. Mesclando as voltas dos efeitos com os canais sem efeitos para saída principal.

O que são loops nos efeitos?

Loops nos Efeitos

Vamos recapitular: Saímos com cópia dos sinais sem efeitos para os processadores de efeitos e depois voltamos estes canais com efeitos para serem misturados.

O problema do loop sempre acontece quando enviamos cópia dos canais com efeitos para as mesma saída auxiliar que vai para o processador deste efeito.

Aí que o bicho pega, pois esta vacilada faz o som ficar em loop.

O som com efeito volta para o processador e vai para o canal, voltando para o processador e indo para o canal, voltando ao processador…

Até digitando acabei cansando de repetir…

Mas o efeito não vai cansar, e vai continuar cada hora com mais energia, virando aquele monstro todo.

Loops nos efeitos podem queimar algum equipamento?

Reparo Queimado

Em alguns equipamento temos proteção para estes loops, cortando o áudio e evitando problemas. Contudo, a maioria dos processadores de efeito não fazem isto.

Em equipamentos analógicos, o trem desgovernado fica mais feio, pois não lembro de algum que tenha esta proteção. Quando o loop embala, aí que o monstro cresce e o ouvido dói. Parece uma microfonia sem fim.

Não que a mesa de som ou o processador vão queimar. Quando não existe proteção, os equipamentos vão chegar ao limite e se forem digitais, vão travar.

As consequências destes limites alcançados geram os prejuízos. Um processador, uma mesa digital ou um computador travando, durante o valendo, será um baita problema.

Já pensou perder uma edição no estúdio por causa disto? E acontece com frequência.

E ter que desligar a mesa durante o evento pra ela voltar a funcionar? Pensa aí! Também acontece.

Agora, o pior mesmo, destas consequências, por chegar ao máximo, é com a queima de componentes das caixas de som que recebem a mixagem com estes loops nos efeitos.

Eita prejuízo.

vi parar todos os agudos de um sistema de som inteiro e logo na passagem de som. Que tristeza, mas acontece.

Por isto, tome sempre cuidado com estes loops nos efeitos, preste sempre atenção ao enviar alguma cópia do sinal para esta saída auxiliar (que está os processadores de efeitos).

Gostou? Então deixa um comentário, ele é muito importante para que eu possa fazer melhor nos próximos textos. Ahhh!!!! Aproveita e compartilha nos botões das redes sociais no começo desta publicação.

Comente com sua conta do Facebook:

Comentários: