Como usar os Filtros dos Dinâmicos

Tempo de leitura: 3 minutos

Nesta publicação, explico o que são os Filtros dos Dinâmicos, todos seus parâmetros e exemplifico aplicações e usos, pois muitas vezes ignoramos recursos que temos justamente por não imaginarmos como utilizar.

Ou então acabamos vinculando uma ferramenta como aplicação para somente alguns casos, deixando de aproveitar de vários outros modos criativos.

Foi pensando nisto que escrevi primeiro o texto Controles de dinâmica – Deixe as ferramentas trabalharem.

Neste texto, vamos dar uma olhada mais de perto sobre os princípios que regem este processamento de dinâmica.

Agora vou falar mais especificamente de Filtros dos Dinâmicos, pois sabendo dominar a técnica da utilização destes, será possível um controle maior da dinâmica do sinal.

Em termos mais técnicos, podemos dizer que Filtros do Dinâmicos são nomes comuns dados a circuitos eletrônicos que permitem a passagem de frequências, sem dificuldade, e atenua (reduz) a amplitude das outras frequências maiores e/ou menores que a(s) frequência(s) de corte.

A quantidade de atenuação para cada frequência varia de filtro para filtro.

Em meios práticos, podemos entender que estes filtros dos dinâmicos nada mais são que pontos definidos onde as frequências acima e/ou abaixo a este ponto passam.

Os Filtros dos Dinâmicos

Ordens dos filtros

Existem várias legendas para os Filtros, mas como estou falando dos Filtros dos Dinâmicos, vou falar somente das legendas mais comuns encontradas nestes processadores.

HPF (High Pass Filter)

Uma tradução grotesca ficaria: Filtro Passa Altas frequências.

Onde a aplicação deste filtro faz com que frequências menores ao ponto definido fiquem reduzidas e somente as frequências maiores passem.

Também é conhecido como LCut (Low Cut).

LPF (Low Pass Filter)

Uma tradução grotesca ficaria: Filtro Passa Baixas frequências.

Onde a aplicação deste filtro faz com que frequências maiores ao ponto definido fiquem reduzidas e somente as frequências menores passem.

Também é conhecido como HCut (High Cut).

BPF (Bandwidth Pass Filter)

Uma tradução grotesca ficaria: Filtro Passa Faixa.

Onde a aplicação deste filtro faz com que frequências menores e maiores ao ponto definido fiquem reduzidas e somente as frequências no ponto de definição passem.

Este último filtro também tem um parâmetro de definição de largura da faixa, onde as legendas mais conhecidas são Q e Width.

Alguns processadores não apresentam este filtro, mas se este permitir o uso HPF (LCut) e também LPF (HCut) em conjunto, o resultado será próximo a aplicação do filtro BPF.

Funcionamento dos Filtros dos Dinâmicos

Nos outros textos desta série de artigos sobre dinâmicos, foi falado do caminho do audio dentro deste processador, mas vamos relembrar.

Quando o sinal entra no dinâmico, ele é dividido onde uma cópia será medida e outra será processada. O resultado do processo é o que recebemos no final.

O processador usa o sinal de medição para aplicar os filtros, assim, qualquer edição de frequência no sinal, por estes filtros, não modificará frequências do sinal principal processado.

Ou seja, ao aplicar filtros de frequência de banda passante, o sinal guia de medição efetuara a análise baseado nas frequências passante e não no espectro inteiro do sinal.

Mas o resultado dos parâmetros aplicados no dinâmico, serão aplicados ao sinal principal de processamento.

Gostou? Então deixa um comentário, ele é muito importante para que eu possa fazer melhor nos próximos textos. Ahhh!!!! Aproveita e compartilha nos botões das redes sociais no começo desta publicação.

Comente com sua conta do Facebook:

Comentários: